26 setembro 2012

Daquilo de Espanha

6 comentários
Nunca hei-de perceber a necessidade de violência por parte das autoridades, na minha concepção de sociedade uma das funções é manter a ordem e zelar por ela.
Mesmo quando os ânimos se exaltam, devem ser os últimos a perder as estribeiras. Barreiras, duches de água para afastar as pessoas, detenções dos casos mais complicados... sim. Cacetetes e daí para diante, só em caso extremo.
Quando é que é extremo? Quando a segurança de pessoas está posta em causa por outras pessoas e não se consegue controlar depois de esgotados todos os recursos.

25 setembro 2012

Isto de trabalhar com pessoas

3 comentários
Baralham-me estas pessoas que fazem uma patifaria num ponto e a seguir fazem exactamente o que deviam noutro ponto. Assim mesmo, de seguida.
Ainda eu estou ocupada a rezar-lhes pela pele (enquanto dou a volta à questão) e já tenho que lhes tecer um elogio (mental, pois claro).

Eu lá tenho tempo para estas alternâncias? Deixai-me odiar-vos sossegada, criaturas.

24 setembro 2012

PNC

5 comentários
Estou aqui feliz da vida porque descobri que foi criado o PNC - Plano Nacional de Cinema, à semelhança do de Leitura que me pareceu sempre um incentivo essencial para pôr as crianças e jovens (e muitos pais) no caminho certo destas coisas das letras. Porque há demasiados livros muito maus. E filmes é o mesmo, se não pior.

E a selecção para o PNC parece-me bem:
"Obras de Charlie Chaplin, Tim Burton, François Truffaut, Spielberg, Scorsese, Abbas Kiarostami, Manoel de Oliveira, Fernando Lopes, Luís Filipe Rocha, Edgar Pêra, João Salaviza, Regina Pessoa fazem parte do programa do Plano Nacional de Cinema (PNC), criado pela Secretaria de Estado da Cultura e pelo Ministério da Educação e Ciência"
Ípsilon, Público.

Nice!

19 setembro 2012

This or that?

5 comentários
É melhor ter a pessoa que desejamos mesmo sabendo que não tem o mesmo significado para ela que tem para nós, ou nunca chegar a tê-la?

18 setembro 2012

TSU

2 comentários
Olha então afinal mexer na TSU não é boa ideia?
Não vai gerar mais emprego?

Devia ter medo de perguntar isto: mas não era lógico? Vamos fazer um estudo sobre isso também.

Eu até pensava era que estas coisas de estudos e contas se faziam antes de decidir. Tontinha, sempre a cair no mesmo buraco.

14 setembro 2012

2 comentários
Eu desconhecia que assim era, mas ontem descobri que preciso imenso de um ipod touch dos novos.

Coisa para me desfalcar em 330 euros segundo me constou. Mas só lhe falta tirar café.





Tão bem que isto vai como meu tom de pele. Tão bem.