27 abril 2012

Um bocadinho assustador perceber isto

5 comentários
O Facebook (e já nem falo do Google que me gere emails, blogger, pesquisas, calendários e o raio) sabe mais da minha vida do que boa parte das pessoas que integram o pequeno grupo que considero conhecedor da minha pessoa.

E não é o que lá ponho. É com quem falo, o que procuro, o que vejo, etc. Há coisas que não se dizem.

25 abril 2012

Ódio de estimação CXLIX

2 comentários
O Cancro.

Tudo seria mais simples se as coisas más acontecessem apenas a quem se põe a jeito.



24 abril 2012

(sem título)

3 comentários
Às vezes (frequentemente) tenho a sensação de que as empresas não gostam de prestar informação clara e objectiva sobre os serviços que prestam, sobretudo através dos sites bonitinhos que mandam fazer (e que me fazem sentir dentro de um labirinto).

23 abril 2012

1, 2, 3

4 comentários
Ontem tentei convencer um par de preguiçosos de que a música portuguesa se tornou "gostável" outra vez. Dizia-lhes então que depois de muitos anos de deplorável selecção, finalmente há não só bons projectos (agora estas coisas são todas voláteis por isso são projectos e não bandas, cantores ou conjuntos) mas também algum apoio à sua divulgação e produção (poucochinho mas, convenhamos, somos pobres e a música não vende - muito).

Ora como eu não conheço tudo, passo-vos a palavra.
Digam lá o que é bom e português. Por exemplo: The Pulse.
1, 2, 3 digam lá outra vez!

20 abril 2012

O futebol cansa-me

4 comentários
Em dia de jogo não se consegue ouvir falar de outra coisa, antes durante e depois.
Em dia de vitória pregam-se fotografias de orgulho clubistico, umas atrás das outras, sempre os mesmos bonecos, repetidos e enfilados uns nos outros.

Não é tanto o tema que me enerva. É a ausência de alternativa.

19 abril 2012

Duas coisas que me estão a incomodar

2 comentários
Então como é que "excesso de partos" é uma das razões para fechar uma maternidade?

E aquela história do El Corte Inglês em Espanha estar a organizar caçadas... aquilo não é bem assim pois não? Ninguém seria assim tão idiota, ou seria?

18 abril 2012

Sou só eu?

3 comentários
Sou só eu que estando em casa, com tempo disponível e uma pilha de filmes bons por ver, acabo sempre a fazer zapping entre coisas que me interessam moderadamente?
Maldita televisão por cabo. Digo isto 10 vezes por mês - tenho de tirar isto de casa - mas ter só internet fica mais caro. E desligar a televisão? Sem problemas. Mas se a ligo, estrago tudo.
Praga.

16 abril 2012

Agradecer aos santinhos

1 comentários
Aquele momento em que alguém toca num tema desconcertante sem se aperceber e, graças a uma grande dose de sorte, guardou essa conversa para um telefonema e por isso nem se apercebe da reacção que causou.

Às vezes sou tão transparente que até irrita.

13 abril 2012

(sem título)

4 comentários
Este ano vai ser o primeiro rock in rio a que não vou. Não fui aos outros porque aquilo ser muito bom, que não é mesmo, mas porque teve sempre alguma banda que me seduziu o suficiente para me deixar a pensar que era melhor não perder (porque nunca se sabe).
Este ano não me apetece perder o amor a 61 dos meus euros por nenhum daqueles mas foi apenas por acaso que descobri que os Kaiser Chiefs estão marcados para abrir o palco principal no dia do Bruce Springsteen. E isso ofendeu-me um bocadinho. As bandas das 8 da noite não deviam ser assim tão boas.
Naturalmente, não vou na mesma. Apesar de gostar muito dos KC.

12 abril 2012

Ando ocupadissima

2 comentários
A contar as horas para entrar de férias.

Ainda que também passe muito tempo a tentar perceber porque não consigo dormir uma noite seguida.
E imenso tempo agarrada ao telemóvel, email e afins coisas de comunicar.

Passo metade do dia aos suspiros. Pobre de mim.

10 abril 2012

Bons exemplos (e missões cumpridas)

2 comentários
Páscoa com afilhado (10 anos):
Ele vê wrestling. Digo-lhe que aquilo é horrível e uma palhaçada.
Mostro-lhe o Watts na Eurosport.

Making the world a better place. One step at a time.

05 abril 2012

(sem título)

4 comentários
Sou só eu a achar que existe uma enorme falha na internet por ainda não ter sido criado um site co informações fidedignas sobre questões de saúde?
Uma coisa simples com cruzamento de dados, um pouco como ir à farmácia, mas online e fiável. Um saúde 24 com atendiemento via chat.. sei lá. Hoje em dia toda a gente tem preguiça de fazer o que quer que seja antes de procurar no google e há demasiada informação baseada em conhecimento de mesa de café.

04 abril 2012

How I met myself

7 comentários

(perdoem-me os que não veêm o How I met your mother mas isto é muito mais fácil de explicar assim)

No último ano as minhas prioridades e rotinas mudaram tanto que passei de uma Lily por um breve período Marshall, seguido de alguns meses de Robin e agora sou muito Ted. Este tempo todo tento ser parcialmente Barney. Só resulta às vezes.

Cansa.

03 abril 2012

Tenha respeito

3 comentários
Diz o Expresso que o Ministro da Economia reconheceu a necessidade de se porem rapidamente no terreno todas as medidas para promover o crescimento e o emprego (...) (link)

O que me apraz dizer é apenas isto: rapidamente passou há 6 meses atrás. Agora.. Mexam-se.