20 abril 2012

O futebol cansa-me

Em dia de jogo não se consegue ouvir falar de outra coisa, antes durante e depois.
Em dia de vitória pregam-se fotografias de orgulho clubistico, umas atrás das outras, sempre os mesmos bonecos, repetidos e enfilados uns nos outros.

Não é tanto o tema que me enerva. É a ausência de alternativa.

4 comentários:

GATA disse...

Ontem, no autocarro, tive o desprazer da companhia de uma criatura do sexo feminino, nova mas reles, muito reles, que de cinco em cinco minutos gritava: "Deus queira que o Sporting perca! Até vou acender uma velinha!"... Só me apeteceu acender uma velinha e enfiar a dita - acesa! - pela garganta abaixo da criatura... CALAVA-SE LOGO! Clubismos à parte, a criatura estava num autocarro e não num estádio, e o estupor gritava mais que o Trent Reznor no meu 'ai-pode'! :-)

maria madeira disse...

Há alternativas sim senhora:)
É só procurar mais um pouco.

addle disse...

Eu sou fã de futebol e sei que existem pessoas no mundo que não gostam, obviamente, mas é difícil não se falar (ou ouvir) sobre um jogo importante quando o país fala sobre ele.
Mas percebo o que sentes, acontece-me a mesma coisa quando ouço alguém a falar sobre a Casa dos Segredos ou sobre A Tua Cara Não Me É Estranha.

Mnemósine disse...

Exacto, a questão não é tanto o escape ao tema - como parece pelo que escrevi - mas sim o facto de que os circuitos normais (trabalho, facebook, blogs, conversas) estarem preenchidos por este.