02 janeiro 2012

Nunca antes a frase-cliché "ano novo, vida nova" se adequou tanto à minha realidade.

2012 faz-me pôr 2011 em causa. E 2 dias porem em causa 365, é obra.
Mas depois lembro-me das muitas coisas que aconteceram ao longo deste ano e dou por mim a sorrir. Logo penso que afinal valeu a pena.
Ri-me até me doerem as bochechas mais vezes do que consigo contar.
Sofri mais do que achei razoável mas não me arrependo (muito).
Tive dias medonhos que terminaram com um sorriso.
Refilei e reclamei, como sempre faço, apenas para depois pensar que uns dias compensam os outros.

Portanto, para hoje - e espero que para o resto do ano - o que quero é ver o lado bom das coisas e distribuir beijos e abraços pelas pessoas de quem mais gosto (e que nem sempre sabem quem são).

2 comentários:

Di disse...

*abraço* e muitas beijocas! Porque muitos dos meus dias só foram passados a sorrir graças a ti<3

Mnemósine disse...

ia-te responder mas não posso que passam por aqui crianças..