26 dezembro 2011

Isto de o Natal ser ao fim-de-semana não está com nada.
O 26 cai-me assim no colo, de chofre, como quem diz "olha lá ó lontra, é dia de trabalhar, pensas o quê?". E uma pessoa lá se faz à vida, sabendo que não merece tal coisa.


E isso de não ser a única conta muito pouquinho.

2 comentários:

GATA disse...

Eu nem sei como cheguei ao trabalho... entre o sono e a 'ressaca' da constipação...

Mnemósine disse...

E eu com uma gripe de meter medinho. Lá no estaminé notou-se bem a neura pós-natalícia que tocou a quase todos.