25 novembro 2011

(sem título)

Uma coisa de que eu gosto muito neste país é toda, mas toda, a gente se queixar que não há dinheiro mas ao mesmo tempo ver meio mundo com telemóveis que custam mais que o ordenado mínimo e cada vez mais empresas a lançarem aplicações para ipad (e tanto quanto sei estes esgotam com frequência). Ainda bem, ainda bem.

5 comentários:

hierra disse...

ás vezes dá vontade de rir. E quem teve oportunidade ou azar de entrar numa superficie comercial naquele fim de semana dos descontos a 50% nos brinquedos, eu só via as pessoas a levarem tudo como se o mundo acabasse amanhã. Digo que, que em tempos de crise, todos nos deviamos habituar com menos, mesmo as crianças que hj são muito privilegiadas, ainda que devam ser as menos afectadas, os pais deviam tratar-lhes da educação, e não só se preocuparem com o ' ter' tudo...enfim vivemos a crise, mas estamos longe de a interiorizar!

GATA disse...

As sondagens dizem que, neste Natal, os portugueses irão gastar, em média, 520 euros em prendas! E não há dinhiero... E estamos em crise... E a Troika... e o FMI...

PS: eu tenho um telemóvel pré-histórico, desde que possa fazer e receber chamadas, serve!

S* disse...

O meu custou 250 mas foi pago às prestações... podia ter pago a pronto, mas custa menos pagar 20 euros por mês. :D Mas já está pago!

L'Enfant Terrible disse...

Claro que se queixam, assim não podem mudar de telemóvel de mês a mês como faziam até aqui, só o podem fazer de três em três meses e têm de usar as senhas do banco alimentar para arranjar trocos para o fazer!

Inês disse...

Na concentração em frente à Assembleia da República quase todos os indignados que estavam nas filas da frente tinham uma máquina fotográfica ou uma câmara de filmar na mão.