31 outubro 2011

E queixam-se.

Do Público:
Milhares de utentes estão a ser contactados por carta ou SMS para saldar dívidas. Há hospitais a cobrar por cuidados prestados há nove anos.

Assim não admira que não haja dinheiro para nada e que tudo dê prejuízo, nove anos a deixarem pessoas a dever dinheiro - seja 1 euro ou 100 - não é coisa que se admita.

Ainda se pudéssemos dizer que os devedores são os desgraçados que tiveram problemas que os incapacitaram... mas os devedores são com certeza variados tanto no valor da dívida como na causa da demora do pagamento. E tolerância é uma coisa, deixar uma dívida por receber durante 9 anos é outra.
Quem paga sempre tudo a horas e conforme as regras é que se lixa.

3 comentários:

Vans disse...

Concordo. Quem menos tem é normalmente quem mais tem vergonha na cara.

GATA disse...

Uma solução era, quando o utente caloteiro se dirigisse a uma unidade pública de saúde, ao constatar que tinha uma dúvida, cobrar logo! Caso não pagasse, não era atendido!

Di disse...

Em certos casos é o que acontece, o utente tem de saldar as dívidas que tem para ser atendido. O problema é por exemplo situações como as consultas externas dos hospitais. Fui a uma consulta de estomatologia e fizeram-me um rx. tive de voltar ao guichet depois da consulta para me carimbarem os papeis e não me disseram que tinha de pagar o que fosse. Só vim a saber dessa dívida um ano depois quando fui à segunda consulta porque o novo sistema do hospital obriga-te a pagar as dívidas existentes para teres a consulta. Foram praí 2€, mas grão a grão... dá muito milhão...