24 agosto 2011

Daqui (breve update)

Foi só eu maldizer o tempo e tudo melhorou.
Ontem chuviscou ainda uns bocados mas anunciava trovoada: chuva com calor, cheguei a andar de tshirt e chapéu aberto.
Mas a trovoada não veio, choveu durante a noite mas durante o dia apenas curtos períodos de chuva miúda. Ficou algum frio (não frio de Inverno) mas para passear não é desagradável.
Mudaram-me o quarto, com alguma resistência inicial, e terminaram os meus problemas. Tenho net, consigo dormir e não estou numa sauna.

A cidade mudou de aspecto (aos meus olhos, claro). Ontem ainda tive a sensação muito estranha de não perceber onde raio estão as pessoas. Cheguei à Grand Place pelas 11h e nem ali nem pelo caminho vi muitas pessoas. Bastante estranho.
Mais para o meio da tarde já circulavam quantidades normais de turistas e pessoas com ar de locais-a-viver-a-sua-vida. Suponho por isso que a chuva assustou as gentes e quando esta parou as pessoas voltaram à rua.
Turisticamente falando, já vi mais de metade da cidade. Infelizmente, os guias nunca conseguem referir tudo e nesta cidade é mesmo impossível indicar o que vale a pena ver porque é mesmo muita coisa. O que é bom.
Ainda não comi chocolates, o que não me parece lá muito normal em mim.


Nota para quem comentou o post anterior: respondi.

2 comentários:

GATA disse...

Não é das cidades mais interessantes da Europa mas há sempre o que ver e fazer.

PS: há (ou havia) uma loja perto da Place du Jeu de Balle, na Blaesstraat, que tinha montes de gatos: de barro, de madeira, de ferro, etc... :-)

Inex disse...

O Museu da Música é diferente! Gostei muito de o visitar!!! *