19 março 2011

Pê de Pai

Ontem perguntaram-me: sabes que dia é amanhã?
respondi que sim, que sei. "então não te esqueças".

Perceba-se que para se ser pai basta, sim senhor, dar uma. Mas os dias-de-seja-o-que-for são para homenagear os seja-o-que-for e só se fazem homenagens a quem as merece (polítiquices são na porta ao lado).
O Pai do dia do Pai não é o que há uns anos atrás se divertiu durante um bocado, é aquele que de há uns anos para cá fez alguma coisa para merecer a maiúscula no Pai.


Deixei-me de hipocrisias do género. Felizmente.


3 comentários:

GATA disse...

Sem dúvida!

Felizmente tive um PAI!!! Fisicamente já não está presente, mas está comigo todos os dias!!!

Cláudia Rodrigues (sim, sou eu mesma) disse...

Um beijinho feliz para ti :)

м♥ disse...

pois, pai é quem cria, quem está sempre lá. não há muitos assim, mas recebem prendinhas e miminhos na mesma. deviamos de nos deixar destas merdas, sinceramente