23 janeiro 2011

Muito típico

Agora somos todos obrigados a ter o CC, anteriormente conhecido por CU, que nos substitui todos os documentos obrigatórios. Ou seja: bilhete de identidade, cartão de contribuinte, cartão da segurança social, cartão de utente do serviço nacional de saúde e cartão de eleitor. Certo? Errado.
Uma pessoa vai votar e as pessoas que estão o atendimento não têm qualquer forma de saber qual é o nosso número de eleitor através do CC ou de qualquer dado ali apresentado (já que, apesar de se ter determinado que o cartão de eleitor é substituído pelo CC, o número de eleitor não está escrito tal como estão os outros números pessoais). Daí que temos de mandar um sms para o raio que os parta para saber o número, obrigando o cidadão a ter um telemóvel e a gastar dinheiro, outra vez, para usufruir de um direito que tem (que na minha opinião é também um dever mas isso são outras coisas).
E ter um leitor de cartões do cidadão em cada mesa de voto ou, pelo menos, em cada local de voto?
E avisar atempadamente os cidadãos, por exemplo através de publicidade na tv e na rádio? Afixar avisos nas portas dos prédios? Avisar todos os portadores de CC através de carta, informando o número de eleitor que vão precisar saber?

Isto, note-se, dura já há várias eleições porque o CC está implementado há anos. Ainda assim, nem quando se vai fazer o cartão somos avisados desta questão. Eu, pelo menos, não fui nem sei de ninguém que tenha sido.

15 comentários:

Cat disse...

É uma coisa muito tipicamente portuguesa: inventam-se coisas "muito à frente", mas não se criam condições para as mesmas funcionarem.
Já a contar com isso, hoje fui votar com o CC e o cartão de eleitor. Quando vou ao centro de saúde também tenho de ir com o cartão de utente atrás.
No entanto, quando fui buscar o meu CC no ano passado, não me inutilizaram os cartões que mencionei e explicaram-me que podiam ser necessários na ausência do dito leitor. Pergunto-me se existem locais onde se usam tais leitores de CC.

Mi disse...

Esta situação é vergonhosa. Se já se apontava para uma taxa de abstenção elevada, com essa confusão do cartão do cidadão, ainda mais elevada será.
kiss

Babs disse...

De facto, a situação é complicada. No entanto, quando fui fazer o meu CC, houve cartões que não foram destruídos, nomeadamente o de eleitor, por isso sabia que era necessário guardá-lo/levá-lo.

Mnemósine disse...

Cat apanhaste alguém melhor informado que eu! A mim inutilizaram-me todos os cartões incluindo o de eleitor e não me advertiram para qualquer necessidade de os manter. Aliás, eu pedi para ficar com os documentos (porque tenho a mania de guardar algumas coisas inúteis) mas era suposto que ficassem por lá.

Cat disse...

Parece que tive sorte, mesmo. Ou então a senhora era (pre)vidente.

Hysteria* disse...

As secções de voto da minha freguesia ficaram na junta, com pessoal qualificado e as que não ficam, imprimem um caderno com os numeros alterados, com os novos and so on. Mas sim, ainda hoje me passei e disse que era preciso o raio da maquineta lá. nao inscrevem o cartão, ele está no chip, e como é que o lemos?! Broncos! LOL

Miss G. disse...

O número para o qual se tinha de mandar mensagem era gratuito. Mas em tudo o resto tens razão sim senhora. Por acaso como costumo ir sempre para as mesas sabia e não deixei que me inutilizassem o cartão de eleitor. A questão é que houve pessoas que mudaram de número sem seres avisadas pelo que não lhes adiantava guardarem o cartão de eleitor.
Cat, existem sítios onde há leitores de cartões sim, e porque é que tens de ir com o cartão de utente atrás quando vais ao centro de saúde se o cartão de cidadão tem o número à vista?

Mnemósine disse...

Miss G. obrigada pela informação: assumi que fosse pago por ser um número de 4 dígitos, que são quase invariavelmente de valor acrescentado.
É menos mau.

Fuschia disse...

A mim não me inutilizaram o cartão de eleitor, disseram-me que podia ficar com ele. Acho que o sistema funciona bem, SE avisassem atempadamente as pessoas que têm de saber o numero. Além do portal do eleitor, onde é muito fácil sabê-lo, mais fácil ainda é mandar msg. Não custa assim tanto e não há sequer eleições todos os anos. O que eu achei foi que, nas eleições anteriores, houve muita publicidade a esse numero para enviar msg, etc e desta vez não houve e deu esta confusão toda. É que, mesmo que houvessem leitores para cartão de cidadao, eu acho que uma vez que acedas a ele, ele não tem nenhuma informação sobre o numero de eleitor. Ou seja, é mesmo uma informação que se tem de saber à parte.

Lilith disse...

Pah eu tive uma pista quando, quando fui buscar o meu CU novinho em folha, me fizeram furinhos em todos os meus cartões excepto no de eleitor. Também pensei que ele o substituísse, e ainda hoje antes de ir votar fui confirmar na net que não é necessário apresentar o cartão de eleitor quando se for votar, mas não é verdade e tive de apresentar o meu. Que, aliás, foi para o lixo porque me mudaram o número.

That's right. Não constava da lista, porque houve alterações quando se fez o CU. Tive de ir ter com uma senhora com uma nova lista que, através do meu nome, me disse o meu novo número de cartão de eleitor, escreveu num papelinho (como se fosse um novo cartão) e mandou o outro fora. Viva a organização!

Com Duas Pedras de Gelo disse...

AI que nervos! Apetece fuzilar os gajos que nos fazem andar a fazer figuras tristes para exercer um dever cívico!

GATA disse...

Eu ainda tenho a documentação antiga, Bilhete de Identidade e Cartão de Eleitor, pelo que votei sem problemas - apesar de ter sido deslocada e qual aviso, qual quê?! Mas as filas para as mesas de informação eram maiores que para as mesas de voto... :-)

Cat disse...

Miss G., apenas pergunto porque nunca vi nenhum e não acredito que existam em muitos sítios. Mas acredito que existam locais com leitores. Quanto ao cartão de utente, tens toda a razão, o número está no CC. No entanto, não me inutilizaram o cartão de utente e lembro-me que a senhora me disse que eu ia precisar dele caso o centro de saúde onde vou não tivesse leitor.

Miss G. disse...

Mnémosine,

Tal cmo tu também pensei que fosse pago quando mo disseram mas depois confirmei que não.
Lilith, o único documento que é necessário é mesmo o BI/CC. E quem te disser o contrário ou não deixar votar sem o cartão de eleitor, está a ir para além das suas funções.
Cat, o meu centro de saúde tem leitor. Pensei que todos tivessem mas mesmo não tendo, e visto que o número está visível no cartão, pensei que bastasse.

P. disse...

ahum.. eu cá não tinha o cartão de eleitor, mas onde fui votar, pegaram no meu CC e, com o meu número de BI, viram logo o número de eleitor, e a secção onde tinha de ir votar...

:/