28 fevereiro 2010

Nunca tal me tinha acontecido

3 comentários
Não me identifiquei com nenhuma das personagens.
Não me revi em nenhuma daquelas histórias.
Apenas remotamente partilhei aqueles sentimentos.

Mas, ainda assim, desde os primeiros segundos pensei e senti que este filme podia ter sido feito por mim. Era assim que eu gostava de fazer. 
Os planos, os pormenores, a luz, a montagem, o ritmo, a música, o silêncio....tudo..sou eu*.
 

*Porque será que quase tudo soa melhor em inglês?O que quero dizer é isto: That was all...so me. 

26 fevereiro 2010

Cara Pólo Norte

0 comentários
Gostava de continuar a ler o teu blog. Posso?
Sim [ ] Não [ ]

Apelo ao voto

1 comentários
Agradeço a quem já votou e peço a quem ainda não o fez que vote na sondagem que está na barra lateral à direita.

25 fevereiro 2010

Amor de Perdição LII

1 comentários

Pequeno-almoço na cama.
Hoje teria sido particularmente agradável já que fui acordada pelo vento 1h antes dos despertadores começarem a tocar.

(não tão agradável foi tentar publicar este post pelo telemóvel, no metro, durante a hora de almoço e não conseguir porque o browser morria na hora H)

24 fevereiro 2010

(sem título)

4 comentários
Um dia abro um blog só com calinadas de jornalistas de tv.
TVI, agorinha numa reportagem na Madeira:
"Nesta casa, mãe e filha sobreviveram perante o desespero dos vizinhos" 
[não era um directo]

O tema é velho mas os mails continuam a chegar-me

3 comentários
Num qualquer dia da semana passada recebi o mail mais estúpido de sempre. Foi a minha mãe que o reencaminhou para mim (de certezinha para me irritar ou provocar!). 
Consistia apenas no link para um vídeo no youtube (que não vou pôr aqui porque 1. recuso-me a contribuir para o número de visualizações do dito 2. apaguei imediatamente o mail). Esse vídeo era uma encenação de uma família pai-pai-filha, eles sentados no sofá observando a miúda a brincar no chão. Quando a miúda pergunta de onde vêm os bebés os pais ficam atrapalhados. Acabam por responder qualquer coisa do género "vêm da barriga de uma mulher"/"são feitos por uma mulher e um homem"/qualquer uma dessas respostas esquivas mas verdadeiras. Ao que a miúda responde que a amiga lhe disse que é preciso as pessoas serem casadas para terem um bebé, os pais respondem que não, não é preciso. E a miúda pergunta "então para que serve o casamento?" *
O vídeo é cortado para aparecer uma mensagem qualquer a dizer para não deixarmos que se deturpe o significado do casamento e mais qualquer coisa anti-casamento homossexual. 
Eu só pensei...a sério? Esse é o melhor "argumento" dos movimentos anti? Já por aqui disse que não percebo o que incomoda o povo que dois homens ou duas mulheres se casem mas, a sério, dizerem que é porque no casamento é que se tem filhos? E que isso é que é um casamento, ter filhos? A Solange F. teve o quê? 

*Nesta parte só pensei ...benefícios fiscais...

23 fevereiro 2010

Ódio de estimação LII

4 comentários
Odeio primeiros dias.
O primeiro dia numa escola nova, num novo emprego ou mesmo num grupo onde sou o novo elemento. 
Acho horrível. Não conhecer ninguém, não saber bem o que fazer, ser observada por toda a gente (socorro!)...é o desconforto total.
Desde que me lembro, o meu security system é usar uma peça de roupa nova.Não é grande coisa mas sempre me dá qualquer coisa de bom. 
E porquê, digam-me, porque raio é que nunca ninguém nos diz onde é a casa-de-banho quando nos mostra as instalações?? (ou isso é só a mim?)

E em breve conto ter um primeiro dia. Outra vez. brrrr
Ah, quem ainda não votou, por favor, há uma sondagem a decorrer aqui à direita --»

22 fevereiro 2010

O mau tempo e tudo o resto

1 comentários
Já se contam 48 mortos e há ainda muitos desaparecidos na Madeira. Não sei quantas pessoas terão a vida completamente destruída neste momento, sem casa ou sem os seus negócios em condições de funcionar (na melhor das hipóteses), sem carros que continuarão a pagar tal como a casa. É estranho continuar a nossa vidinha normal e ter os nossos nesta situação, não é? Embora de dimensões bastante menores que o mais recente desastre no Haiti, esta é a nossa gente. 
Já agora, se quiserem ajudar, nesta página podem encontrar NIB e número de conta do Fundo de Apoio à Reconstrução da Madeira (está na barra lateral do lado esquerdo). 
Mais uma coisinha que apanhei por aí e que vale a pena não esquecer: mini tornado em Aveiro danifica cerca de 15 casas, nada que se compare é certo, mas também um assunto que merece ser acompanhado.

Nada de novo por aqui, mas é um tema que não podia deixar passar.
Não serve de nada mas apresento aqui a minha solidariedade para com as famílias lesadas por estas duas partidas da natureza.

Sobre os ódios e os amores

2 comentários
Esta será a 52ª semana de ódios de estimação e Amores de Perdição, ou seja, um ano. 
Ora como isto de se ter um blog só tem piada porque há quem nos leia, quero deixar-vos escolher se querem continuar a ler ódios e amores, já que não faço ideia de quais são as vossa vontades quanto a isto.
Está aí uma votação (que espero que funcione) onde vos peço que participem. [está na barra lateral, a seguir aos últimos comentários]
Podem votar até à próxima segunda-feira à noite.
Obrigada

20 fevereiro 2010

...

4 comentários
Então foram meter o John Mayer entre a Ivete Sangalo e a Shakira no Rock in Rio? É só para mim que isso não joga bem?


"Me and all my friends
We're all misunderstood"

'Bota' misunderstood nisso.

19 fevereiro 2010

Sobre o PM e os Gato Fedorento

0 comentários
Depois das declarações do nosso PM e consequentes comentários da concorrência...quer dizer, da oposição...eu também quero emitir opinião. 
Quero dizer aos senhores do Gato Fedorento que lamento, mas estavam mesmo a pedi-las. Estavam cada um em seu canto, os Gato a fazer humor e os políticos sem fazer nada a politicar. Vocês, gatuxos, foram-se meter na política e ainda por cima a esmiuçar, agora pois claro que eles retaliaram e vieram fazer umas piadolas. Vocês têm o RAP, eles têm o Sócrates. Vocês tinham (ou têm, já não sei) a Sic ao vosso dispor e eles têm toda a comunicação social. Ainda que digam que não planearam nada. 

No meio de tanto enxofre, quem se deve estar a rir destas sessões em horário nobre são os candidatos à liderança do PSD, já que o Sócrates diz que não está de saída. 

18 fevereiro 2010

Amor de Perdição LI

3 comentários
Gosto de aprender. Gosto de sentir que me transformo, que melhoro, que já sou diferente porque evoluí. 
Gosto da progressão da vida, quase discreta, quase galopante. Pelo menos hoje gosto.

17 fevereiro 2010

(sem título)

5 comentários
Hoje apetecia-me taaanto estar a passear-me num sítio qualquer fora de Lisboa...
Deve ser por tanta gente estar a postar sobre o fim-de-semana grande. Sim, deve ser isso.
Mas é que era mesmo isso que me apetecia!

16 fevereiro 2010

(sem título)

7 comentários
O universo pressiona-me para arrumar o armário e deitar fora o que já não uso. Dois dias, dois posts sobre organização e arrumação de roupa.

Ódio de estimação LI

10 comentários
Odeio que me tratem por "você" ou ouvir esta forma de tratamento.
Não me refiro ao uso da terceira pessoa: a senhora/a menina; nem ao uso feito em português do Brasil que equivale ao nosso "tu".
Refiro-me ao "você quer café?" 
Toda eu me arrepiava quando nas aulas algum colega se dirigia a um professor assim..."você disse que..."
Toda eu reajo quando oiço isso na televisão, sobretudo numa entrevista mas também quando os apresentadores se dirigem ao espectador (eu?) "você já ouviu falar de...".
Bem sei que isto é boa parte por implicação minha mas acho mesmo deselegante. Desculpem lá qualquer coisinha.

15 fevereiro 2010

Já que estamos numa de pedir moções

0 comentários
Moção para legislar brincadeiras de Carnaval
[preferencialmente eliminando-as de locais públicos - especial excepção a máscaras que não cubram a cara]


Moção para que a segunda-feira de Carnaval seja sempre dia de descanso/folia em locais próprios
[para que os que gostam aproveitem e os que não gostam possam estar sossegaditos e livres de perigo]


BTW uns amigos meus fizeram para o filho uma máscara só com coisas reutilizadas (latas, papel, garrafão) e tinta...ficou bem mais giro que muitas máscaras de loja, o miúdo divertiu-se a fazê-la e não gastaram muito tempo.

12 fevereiro 2010

Só a mim, não é?

13 comentários
Apanho um táxi para casa. Estou cansada e, como sempre, com pouca paciência para conversas da treta com o táxista (nunca fui simpática mesmo). Mas o homem até é simpático e até me oferece uma bolachinha, que declino. A conversa vai parar ao tempo, que está frio e sabe lá o frio que senti hoje, e eu que até conduzo de casaco. Acaba-se por aí, já toda a gente sabe que conversas sobre o tempo são o fim. 
Chegamos, estou cansada e quero despachar-me, arredondo a conta com alguma generosidade para ele se despachar a dar-me o troco. 
Depois de chegar a casa, quando tiro as duas moedas do bolso das calças, reparo que recebi uma moeda de um euro e uma de cem escudos. 
Isto só me acontece a mim, não é?
Não só fiquei a arder com dois euros como recebi uma moeda totalmente inútil que vale 1/4 daquilo a que tinha direito. Podia ter sido uma moeda de um sítio onde nunca tivesse ido, daquelas bonitas que ia andar na carteira para mostrar às pessoas quando a conversa do tempo ameaçasse surgir. Mas não, tinha que ser a porcaria de uma moeda portuguesa, que saiu de circulação há meia dúzia de anos (ou isso) e que não vale um caracol para um coleccionador.

11 fevereiro 2010

Amor de Perdição L

6 comentários
Private jokes
Aquelas em eu e outra(s) pessoa(s) nos rimos sem conseguir parar (ou conseguindo, essas também são boas) e há alguém ao lado que nos olha como quem diz "passaram-se de vez". 
Aquelas que trazem de volta memórias de tempos idos e que até dão um assunto de conversa mais interessante. Às vezes, pelo menos. 
Aquelas que podem ser ditas em qualquer lugar porque na verdade não têm nada de mal para quem as ouve, mesmo que sejam um gozo enorme sobre alguma coisa ou situação (gozar é feio, não tentem fazer isso em casa).

10 fevereiro 2010

Apenas uma das razões pela qual odeio o Carnaval

9 comentários
No Sábado passado, descia eu a rua do Carmo depois de almoçar quando reparo que há um grupo de pessoas parada na esquina do elevador (na foto). Não demorei muito a perceber o que se passava, e era isto: pessoas, não sei quantas, que lá de cima do prédio onde termina aquela ponte que se vê na foto atiravam balões de água lá para baixo. E esperavam que alguém fosse a passar pelo que suponho que fosse mesmo para acertar e não apenas para salpicar as pessoas. Imaginam a velocidade a que os balões chegavam cá abaixo? 
Um balão de água a essa velocidade a acertar no pescoço, nos óculos ou no peito de alguém era coisa para fazer estragos graves. Mas depois ouve-se aquela velha máxima (idiota se querem saber o que penso) de que "é Carnaval e ninguém leva a mal".
Eu levo.

09 fevereiro 2010

Ódio de estimação L

5 comentários
Programas de televisão - séries especialmente - em que se ouvem gargalhadas (sempre iguais, curioso) ao fundo. 
Irritam-me os risos falsos, claramente gravados (quase sempre, pelo menos) e colados onde alguém entendeu haver uma piada. Mais uma coisa que contribui para nos adormecer o cérebro em frente a uma caixa que passa imagens em vez de nos estimular a mente.  

08 fevereiro 2010

Mnemósine...who?

7 comentários
Este post está prometido há demasiado tempo. Há um mês ou mesmo mais, que vergonha!
A Elite quis saber de onde vem este meu nome, Mnemósine. 

Versão curta: Mnemósine é uma deusa da mitologia Grega. (sim, sou mesmo pretensiosa!)
Versão mais longa mas que prometo interessante (não cobrem a promessa, pf):
Mnemósine é a deusa da memória (mnemónica diz-vos alguma coisa? yeah) e é a mãe das Musas. As Musas nascem de nove noites seguidas "de amor" com Zeus e são nove, por isso mesmo.
Mnemósine foi a forma que eu escolhi mas aparece muitas vezes como Mnemosyne ou Mnemosina (ou uma mistura dos dois) sendo que há quem acentue o "ó" e quem opte pelo "é".
Além do pretensiosismo de me re-baptizar com o nome de uma deusa, escolhi este nome porque gosto de mitolologias em geral e da grega em particular. Mais ainda, a minha memória sempre foi elogiada já que sou aquela que sabe os aniversários de toda a gente, os acontecimentos de que ninguém se lembra mesmo que queira, números de telefone, a idade dos filhos dos amigos e uma série de verdadeiras inutilidades. Isso vai mudando, com a idade, é pena, mas mesmo assim...
Como se não bastasse, Mnemósine (a deusa, não eu) é descrita como aquela que tudo sabe - o que foi, o que é e o que será - e isso é...pfff...muito bom?! (só mais um bocadinho de pedantismo, ok?)
Por fim, gosto da sonoridade do nome e alegra-me que haja uma deusa com que me identifique somehow (ainda que o facebook tenha dito outra deusa naquele quiz "que deusa serias?" ou coisa parecida, e toda a gente sabe que o fb é fiável).
Infelizmente, as poucas representações que existem desta deusa (que estejam identificadas como tal e que eu conheça) são fraquinhas ou representam uma mulher assim...pouco bonita, vá. (procurei muitooo quando criei o blog e acabei por optar pela Mafalda, o porquê dá todo um novo post, porque nenhuma imagem era bonita e não me fazendo justiça não quero, obrigadinha).
Última info: este nickname, com que já perceberam que me identifico (happy!), já me valeu um outro nickname "na vida real", dentro do muito curto grupo de amigas que me conhecem este lado blogger, para distinguir de quem tem um nome igual ao meu. (sabem lá a confusão que isso vai dando...thanks a lot C.!).

Pronto, não chateio mais. 
Any questions?

(sem título)

3 comentários
Realmente, para que é que eu havia de ver o Ídolos se tudo o que de bom (ou engraçado, mais adequada esta palavra) acontece está, criteriosamente seleccionado, em dois ou três blogs da minha lista uns minutos depois?
Agora que já me ri e até me preocupei por uns segundos até me aperceber que era apenas uma luz reflectida na careca do P.A. e não sangue, até amanhã.

07 fevereiro 2010

(sem título)

5 comentários
Alguém me recomenda um médico otorrino mesmo muito bom que dê consultas em Lisboa ou próximo?

Mesmo muito bom.
Obrigada.

06 fevereiro 2010

(sem título)

2 comentários
Tanto para dizer e não consigo escrever. Já comecei dois posts. Bloqueio.
Amanhã volto a tentar.

04 fevereiro 2010

Amor de Perdição XLIX

9 comentários
Gosto de caderninhos, bloquinhos, agendas, esferográficas bonitas. Colecciono borrachas (depois de dolorosamente ter oferecido a minha colecção de esferográficas, a de afias e outras, quando percebi que era...pronto, porcaria a mais).
É tudo tão giro e bom para o ego (há quem goste de Porches, não estou nada mal) que acabo por nunca usar nada. E depois quando uso e chegam ao fim é uma chatice...ninguém gosta de deitar coisas giras fora. 
A culpa é da minha mãe.

02 fevereiro 2010

Ódio de estimação XLIX

6 comentários
Nunca gostei de ver as portas de dentro das casas (as portas das divisões) fechadas. Sempre me fez alguma confusão ir a casa de alguém e todas as portas estarem fechadas, como se fosse proibido circular... torna-se, para mim, constrangedor ficar muito tempo numa casa onde se fecham as portas. Sinto-me sempre desconfortável, deslocada, convidada (nunca à vontade). 
Para mim as portas fecham-se quando estamos dentro das divisões, no inverno, para as manter quentes. Fecham-se para que os bebés durmam descansados enquanto a festa continua. Fecha-se a porta da cozinha para a casa não ficar a cheirar a comida e fecham-se as outras por uma questão de privacidade. Fora isso e a que dá acesso à rua, cá por mim, tudo escancarado. 
Na minha casa faço alguma pressão para que isto seja um hábito (mais não seja por ninguém se ter mostrado incomodado). 
Pode parecer uma mania. É uma mania aí uns 320 dias do ano. Nos restantes é uma opinião devidamente fundamentada pelos meus choques frontais com as portas fechadas. 
Ainda se estivessem só encostadas...doía menos.

01 fevereiro 2010

(sem título)

2 comentários
Quem não gosta das segundas é porque não segue o blog desire to inspire ou então não gosta nadinha de animais. Os posts Monday's pets on furniture são das coisas mais deliciosas do início da semana.