08 dezembro 2010

O preço dos "gosto"

Não estava a perceber porque é que de repente toda a gente "gosta" da Worten no facebook. Até que vi o anúncio em que eles dizem que por cada amigo dão 25 cêntimos à Ajuda de Berço, instituição que, como se sabe, está com sérias dificuldades.
Estas porcarias afligem-me.
O desespero por ter fãs a qualquer custo ultrapassa-me, de certeza que não sou só eu que acabo por "desgostar" das coisas se tiverem informação que não me interesse ou que bloqueio quem me enche o mural de spam. Bem sei que sou cheia de manias mas acho mesmo que a gestão das redes sociais ainda vai subir muito degrau nas academias (faz-se tanta coisa estranha...).
Depois é a falta de vergonha: já nem se tenta esconder que estas campanhas de "solidariedade" são muito mais publicitárias que as que levam este nome. Se calhar esconder é um mau termo, a questão é que o costume era que o foco estivesse nos beneficiários e não que as atenções fossem desde logo divididas. A marca apoiava uma causa, agora a causa é apenas uma boa desculpa para nos induzir a fazermos uma coisa que nem nos apetece muito mas que alguém acha que é muito bom para a marca. A inversão dos valores já nem é motivo de embaraço.

3 comentários:

Inês disse...

Atrevo-me a pôr um "gosto" neste post.

Cat disse...

Pois eu vi o mesmo e fiquei escandalizada e ainda há gente que vai nessa!

Anónimo disse...

ler todo o blog, muito bom