04 outubro 2010

Será?

Do DN.
Se assim for, a sério que fico muito bem impressionada e até sou capaz de ignorar completamente o facto de ser um "vote for me" muito mal disfarçado.
Toda a gente vê que é possível fazer isso, o que ninguém percebe é porque não é uma das primeiras coisas a serem feitas. Mas pôr mãozinhas ao trabalho e dizer corta aqui, corta ali, é bom..é bom. (em teoria, pelo menos)

(e se o Passos fosse PM, teria feito isto?)

4 comentários:

L'Enfant Terrible disse...

Tinha feito pois, até ver não vi nenhum governo a fechar institutos, a cortar nas frotas automóveis, a sanear gestores públicos e afins. Ao invés todos colocam lá os seus "boys" e fazem aqueles negociatas com as empresas construção civil, tipo mota-engil e afins, que muito beneficio têm dado ao Estado. Se ele quer cortar despesa inútil podia começar com redução do ordenado dos deputados e respectivos acessores!

S* disse...

Hummm por acaso eu consigo achar o Passos credível...

Mnemósine disse...

S* pois, e o Socas não chegou a convencer-te? É que eu cheguei mesmo a achar que ele até era capaz de saber o que fazia e afinal parece que está a jogar monopólio.

Mnemósine disse...

L'Enfant, eu acho que nem precisa de reduzir (mais) os ordenados de funcionários do governo porque há tanta bodega em que se gasta dinheiro que é bem capaz de chegar.
Cá por mim as reuniões de ministros em vez de gastarem gasolina+motorista+carro topo de gama por cada um, passavam a ter um autocarro que fazia a voltinha para os recolher a todos e os levar ao destino. Aproveitavam e iam almoçar à cantina, sempre fica mais em conta.