21 outubro 2010

Amor de Perdição LXXXIII

Gosto de ter os meus dias "me".


Dias especiais porque faço o que me apetece (ou algo que me apetece, já não é muito mau) e em que aproveito para ordenar ideias e alinhar chakras (whatever that is). 
Simples e, no entanto, tão complicado.


O que faz com que um dia passe de dia normal a dia "me" varia conforme os humores e os fundos. O mais importante é que nesse dia ninguém me pise os calos (eu disse que era complicado...). 

0 comentários: