19 junho 2010

Please

Parem de dizer "restos mortais".
Que expressão medonha.

5 comentários:

Tita disse...

Dá-me sempre a sensação que a pessoa explodiu, literalmente :s

flor disse...

Comentei exactamente o mesmo cá em casa. Mas o homem está cortado aos bocados?. Que tal o corpo?

Inês disse...

Fiquei a pensar nisso e cheguei à conclusão muito própria de que estará algo de cristão por trás da expressão, qualquer coisa a ver com a eternidade da alma e o que resta de mortal, os restos mortais. Também pode não ter nada a ver :P

Mais confusão que "restos mortais" faz-me "em câmara ardente". Lembra-me os campos de concentração nazis. Demasiado literal, eu sei.

Marta disse...

Concordo.
Mas será que os jornalistas não sabem dizer outra coisa?

Existe um corpo, não são restos....
Pfuuuuuuuuuuuuuuu

Paloma disse...

é de mau gosto, sim! qué isto? Morremos e somos resto?