20 abril 2010

Ódio de estimação LX

Odeio mas odeio mesmo que me troquem o nome. 

Não aquelas ocasiões em que as pessoas estão concentradas em alguma coisa e chamam o nome da pessoa com quem mais tratam (os miúdos por exemplo chamam muitas vezes mãe/avó, conforme quem passa mais tempo com elas).
É mesmo quando estão a falar para mim, a olhar para mim, e me chamam um nome qualquer e seguem, sem sequer perceberem. 

5 comentários:

Fuschia disse...

Acontece-me frequentemente, sempre com o mesmo nome e que eu acho que não tem nada a ver com o meu, que embora pouco comum, não tem nada de dificil.

almighty yellowphant disse...

Ei nao aguentavas um dia ca em casa. Os meus pais trocam-se todos. Chamam-me Rafaela, chamam-me Marisa (nomes das minhas irmas). E com elas o mesmo...

Tia Rose disse...

Quando arrivé em Quebéc, niguém dizia meu nom como deve ser. Fiquei Rose.

P. disse...

eu actual chefe anda a chamar-me TODOS OS DIAS sem excepção, o nome a da antiga funcionária... :X

Miss Kin disse...

Sim também odeio... Mas ao mesmo tempo há dois nomes que troco frequentemente, Ricardo e Tiago, não tenho a mais pequena ideia do porquê... O pior é que são dois nomes de ex-namorados, o que fazia com que um deles não achasse assim tanta piada!