24 março 2010

De leite azedo a chá quente*

Tenho a dizer que a nova ministra da educação é quase uma lufada de ar fresco em comparação com a anterior. 
A Maria de Lurdes Rodrigues (MLR) nunca sorria, a Isabel Alçada (IA) sorri com frequência e parece estar sempre bem disposta, sendo que até agora não me lembro de a ter visto ser indelicada com jornalistas.
A MLR tinha a mania e optou sempre pela imposição, nunca me pareceu muito interessada em melhorar o sistema. A IA parece ter efectivamente a noção daquilo que se passa nas escolas, mesmo que não seja uma visão completa (ainda não teve tempo de se provar conhecedora). Talvez por isso, mesmo ainda não tendo feito muito, deixa a imagem de que quer saber, quer melhorar a situação e quem sabe venha a fazer algo de bom, se a deixarem. 
A IA é, além disso, uma pessoa elegante no trato e que separa as suas "vidas" (escritora/ministra) com uma classe que vejo em muito poucas figuras públicas.

Não vou tão longe que diga que gosto da senhora, mas respeito-a. E respeito foi coisa que nunca tive pela MLR. E eu não sou professora.


*Para mim, que odeio leite e adoro chá.

3 comentários:

L'Enfant Terrible disse...

Tanto sorriso cheira-me e postura cheira-me a falsidade, ou então estou simplesmente enganado!

SillyTalk disse...

Eu simpatizo com ela, mais não seja por ter escrito Uma Aventura, que devo ter lido até à exaustão.

Miss Kin disse...

Também noto essas diferenças. E ontem fiquei muito agradada por saber que tb a IA quer que se considerem crimes públicos, os crimes ocorridos nas escolas. Vamos ver se a lei passa.

(é bom "conhecer" alguém que tb não gosta de leite e adora chá, é que toda a minha vida ouvi gente que acha estranhíssimo o facto de não gostar de leite)