27 março 2010

Ainda sobre o post anterior

Mais podres

Cambada de hipócritas.

3 comentários:

Goldfish disse...

Ontem li numa notícia uma reacção de um padre português (bispo, cardeal, não me recordo) a tantos escândalos que dizia que na igreja, como na amília, não se lava roupa suja em público... A questão é que achar que pedofilia é "roupa suja" é muito redutor e, além de tudo o mais, no privado a sua "família religiosa" também não actuou, deixou simplesmente tudo como estava! É vergonhoso.

Mnemósine disse...

Goldfish ouvi essa notícia na rádio mas não a encontrei para linkar aqui.
Aliás foi por a ter ouvido que escrevi o post de sexta, ocultar um crime é um crime - não só deixaram que a(s) situação(ões) continuasse(m) como protegeram criminosos do mais reles que há.
É como dizes, "roupa suja" é a forma redutora e descarada de referir os casos.
A meu ver o pior neste momento nem é vir alguém dizer que isto é roupa suja que se lavou em casa (mesmo sem se lavar porcaria nenhuma), é que não havia haver consequências judiciais para nenhum dos envolvidos (os que cometeram os crimes - alguns já morreram - e os que os ocultaram).
Isto revolta-me.

Mnemósine disse...

*correcção: é que não vai haver consequências.