22 fevereiro 2010

O mau tempo e tudo o resto

Já se contam 48 mortos e há ainda muitos desaparecidos na Madeira. Não sei quantas pessoas terão a vida completamente destruída neste momento, sem casa ou sem os seus negócios em condições de funcionar (na melhor das hipóteses), sem carros que continuarão a pagar tal como a casa. É estranho continuar a nossa vidinha normal e ter os nossos nesta situação, não é? Embora de dimensões bastante menores que o mais recente desastre no Haiti, esta é a nossa gente. 
Já agora, se quiserem ajudar, nesta página podem encontrar NIB e número de conta do Fundo de Apoio à Reconstrução da Madeira (está na barra lateral do lado esquerdo). 
Mais uma coisinha que apanhei por aí e que vale a pena não esquecer: mini tornado em Aveiro danifica cerca de 15 casas, nada que se compare é certo, mas também um assunto que merece ser acompanhado.

Nada de novo por aqui, mas é um tema que não podia deixar passar.
Não serve de nada mas apresento aqui a minha solidariedade para com as famílias lesadas por estas duas partidas da natureza.

1 comentários:

Fuschia disse...

Eu não costumo entrar muito nestas discussões regionais, porque acho que é tudo igual, mas nesta situação não deixo de sentir que se fosse aqui em Lisboa seria um "ai Jesus" mas como é na Madeira que está lá tão longe, a nossa vida continua e ninguem se chateia muito. Também não sei do que serviria mais preocupação, acho que está a ser feito o que pode ser feito.