30 junho 2009

Ódio de estimação XVIII

9 comentários

Fotografias de nus em que as pessoas se tapam.
Acho feio.
Acho que se uma pessoa decide despir-se é porque aceitou mostrar-se, se não quer mostrar-se não deve despir-se totalmente. Simples.
Claro que há algumas fotografias que ficam elegantes porque as pessoas se tapam com alguma naturalidade. Mas pôr o braço a tapar as mamas e assumir uma posição estranha com as pernas só para não mostrar a púbis parece-me sempre ridículo. E falso.
Estas duas são da Annie Leibovitz, a de cima gosto, a da Demi Moore acho feia e incómoda. E não tem nada a ver com a gravidez.

29 junho 2009

Morde aqui, a ver se eu deixo

13 comentários
Diz-se por aí que a TVI vai fazer um novo programa de apanhados. Fazer mesmo, não será daqueles que importa apanhados de há 20 anos e que fazem os mesmos números over and over.
Eu tenho medo, muito medo mesmo. Além de detestar estes programas agora sinto-me em perigo de ser apanhada. E vou já avisando que não sou moça bem humorada e que acho que isto de andar na rua a fazer das pessoas parvas e a aproveitar a sua boa-vontade para as ridicularizar é muito feio e pouco ético.
A minha boa vontade vai andar pelas ruas da amargura até acabarem com a brincadeira.

28 junho 2009

Eu fiquei: =0

9 comentários
Nem vou falar da dificuldade em encontrar esta foto, demorou para cima de 2minutos e veio de um site chinês.
Então para quem não sabe (achei que a coisa não foi muito divulgada), este prédio em Shangai caiu assim, tombou, puf. Ainda estava em construção e parece que matou apenas uma pessoa. Digo "apenas" porque caírem 13 andares assim como quem desmaia e não ficar lá uma mão cheia de gente parece-me bonzito.
Reparem nas fundações, ou lá como se chama aquilo (não sou engenheira!), parecem boazitas também, não? (e olhem que eu não sou engenheira)

26 junho 2009

Sobre o assunto do momento

10 comentários
(que nem é preciso dizer qual é)
A grande questão para mim é: será que ele alguma vez foi feliz?
Uma pessoa que não se identifica com as suas origens costuma já ser alguém com alguns problemas em saber o seu lugar no mundo, como será juntar a isso uma repulsa enorme pela imagem que apresentamos?
E a infância? Estará aquela extravagancia mesmo ligada a gostos condenáveis por crianças ou necessidade de ter o que nunca teve antes?
E a carreira? Escolha aliada a talento? ou apenas talento e oportunidade?
Entristece-me que as pessoas morram novas mas mais ainda a possibilidade de nunca terem sido felizes. Porque a fama só não chega.

25 junho 2009

Amor de Perdição XVII

13 comentários

Os meus livros.(que não são os da foto)
Gosto e estimo os meus livros de forma considerada pouco normal. Sou menina que acaba de ler um livro e parece novo, sou bem capaz de soltar uma palavra feia se por acidente vincar a capa, se andar com um livro dentro da mala posso garantir que anda devidamente protegido não vá alguma chave fazer-lhe um risco na capa. E escrever em livros? Até me dói a alma.

24 junho 2009

Pára com isso miúda!

19 comentários
Os gritos da Michelle tiram qualquer um do sério.
Não?

23 junho 2009

Ódio de estimação XVII

11 comentários

Esquecer-me de *ctrl+s* e perder horas de trabalho!

22 junho 2009

Um dia

5 comentários
...hei de pôr as leituras em dia. A sério! Um dia consigo!

Há coincidencias do caraças

3 comentários
...não é, Margarida?

19 junho 2009

Há dias...

5 comentários
em que as coisas correm mal mas correm bem. É bom ter pessoas que gostam de nós!

18 junho 2009

Amor de Perdição XVI

4 comentários

Lonka caramels - vanilla
Se me quiserem ver feliz e gorda tragam-me uns das vossas férias (não se vendem em Portugal).
Se me quiserem ver feliz e magra tragam na mesma e juntem-lhe a inscrição num ginásio.
Se não forem de férias para fora mas quiserem saber o que é bom, também há à venda na amazon.
E também há noutros sabores, mas este é o melhor. A sério.

Vou babar para outra freguesia.

Um post sobre futebol? Deve ser do calor!

2 comentários
Muitas das vezes que inquiri sobre a razão de tanta paixão por homens de calções, a suar e a correr a tentar pontapear uma bola ouvi a resposta "o futebol é uma religião."
Está bem, pronto. O mesmo é dizer que não há nenhuma razão especifica. E tal.
A verdade é que nunca ouvi tanto falar de Jesus como nos últimos dois dias, fosse eu crente e estaria incomodada.

17 junho 2009

Ódio de estimação XVI

6 comentários
O som das travagens.
É horrivel. É incómodo.

15 junho 2009

Para os indecisos

15 comentários
Hunch

E também para quem se quer distrair.
E para quem não tem muito que fazer.
E para quem gosta destas coisas da net.

É giro, pá!

É um site onde respondemos a perguntas e depois nos dão dicas sobre as decisões que temos para tomar.
Respondi a um pré-definido para decidir onde ir nas próximas férias, mandou-me para Tóquio ou Copenhaga. Acho que está bem.

Digam lá que o S.Pedro não é amigo

8 comentários
De manhã solinho e um calor abafado para quem gosta do Verão, à tarde chuvinha e trovoada para quem gosta do Inverno.
É ou não é amigo? Ainda dizem que não se pode agradar a Gregos e Troianos.

14 junho 2009

(sem título)

4 comentários
Confesso que o que ia escrever hoje era que um corte de cabelo e uns óculos de sol fazem muito pela imagem de uma pessoa (estão a ver ali o segundo a contar da esquerda?Conhecem?). Pois...depois olhei melhor e achei que, se calhar, não fazem assim tanto.

13 junho 2009

O que eu queria mesmo..

5 comentários
..era que os senhores dos restaurantes escrevessem na ementa tudo o que vão pôr na comida que me vão servir.
Se me vão regar o petisco com vinagre gostava de ser informada a tempo e horas. Já não se pode ser selectivo nos sabores que se ingere? Nestes casos vale-me que a companhia seja bom garfo e pouco esquis...selectiva.

12 junho 2009

Noticias que me baralham

11 comentários
Aqui.
Sobre o alargamento da escolaridade obrigatória.
Primeiro diz-se: "A proposta do Governo que estabelece o alargamento da escolaridade obrigatória de nova para 12 anos foi aprovada..."
E depois: "Com a nova lei, a escolaridade obrigatória irá prolongar-se até aos 18 anos, em vez dos 15 actuais, o que num percurso sem retenções equivalerá à conclusão do 12º ano."

Então mas afinal vai ser obrigatório ter o 12º ou estar na escola até aos 18?
É que são duas coisas bem diferentes.
Igualmente desprovidas de condições, se quiserem saber a minha opinião, mas diferentes.

Eu sei que podia, por exemplo, tentar ler a proposta em causa (que deve estar por aí disponível ou pelo menos alguma coisa mais especifica sobre o tema), mas não me apetece.

11 junho 2009

Amor de Perdição XV

5 comentários
Ir ao aeroporto.
Sobretudo às chegadas. Excepto quando vou como utilizadora, nesse caso gosto mais das partidas.
Gosto de ver as pessoas à espera, impacientes a olhar para os quadros de minuto a minuto, a olhar para as portas de cada vez que alguém sai, a tentar arranjar um sitio onde consiga olhar lá para dentro como se isso fosse apressar a chegada das malas (que são quase sempre a causa de tanta espera). E depois, claro, gosto de ver os encontros. Os quentes e os frios. Os abraços demorados que tiram o ar, os beijos apaixonados. Os apertos de mão de quem está mais que habituado a estas coisas, de quem se viu ainda há dois dias atrás ou de quem não quer mostrar demasiado entusiasmo (mesmo que tenha subido metade da rampa só para dar esse aperto de mão 10 segundos mais cedo).
Hoje vou buscar a minha mãe.

10 junho 2009

Ódio de estimação XV

3 comentários
Homens de cabelo comprido.
Não gosto, acho que fica feio.
Excepção única: Johnny Depp que, pobrezinho, nem maquilhado e com rastas é capaz de ficar mal. Fica apenas menos bem.

09 junho 2009

Ainda sobre as Europeias

2 comentários
Eu não sabia (mas disseram-me e eu fui confirmar e é verdade) que na Suécia existe um Partido Pirata, que defende uma reforma das leis do copyright e dos direitos de autor, entre outras coisas.
Esse partido conseguiu nestas eleições votos suficientes para garantir um deputado no Parlamento Europeu.
Achei giro e resolvi partilhar.
Mais no DN e na Wikipedia.

08 junho 2009

Já que não vou a lado nenhum..

7 comentários

...depois quando voltarem das vossas férias mostrem as vossas fotos, sim?
A minha já aqui está (e isso de não ter sido eu a tirar a fotografia não interessa nada)

07 junho 2009

Ai Portugalito...

8 comentários
...mais de 60% de abstenção...que vergonha!

06 junho 2009

Earth Water

6 comentários
(porque não é demais divulgar)

Já chegou a Portugal o projecto Earth Water, com a colaboração da Tetra Pak, do Continente, da Central de Cervejas e Bebidas, da MSTF Partners, do Grupo CGI e da Fundação Luís Figo.
Cada embalagem de 1 litro custa 59 cêntimos e 100% dos seus lucros mundiais vão para o programa de ajuda de água da ACNUR.
Actualmente morrem 6 mil pessoas no mundo, por dia, por falta de água potável. 80% das quais são crianças. E com apenas 4 cêntimos por dia a ACNUR consegue fornecer água a um refugiado.

Mais, aqui.

05 junho 2009

Amor de Perdição XIV

1 comentários
Feriadinhos à porta. Com ponte!
Para ver se me passa esta neura.

04 junho 2009

Ao fim do dia

7 comentários
O que é que justifica que uma pessoa se sente no metro, não só atirando o cu para o banco fazendo com que as pessoas mais elegantes dos bancos contíguos saltem, mas também pontapeando, a pés juntos, a pessoa que vai à frente? Claro que a pessoa à frente, hoje, tinha que ser eu. Noutros dias (todos os outros) sou a pessoa elegante no banco contíguo.
Esta situação perturbou-me largamente porque fiquei a ver estrelinhas, porque a vaca nem um sinal de "desculpe" fez (sim, eu sei, já devia estar habituada) e porque ao fazer o meu ar de ofendida (faço quase sempre, tenho espírito de educadora do povo) ainda vi as pernas de mulher mais peludas com que me tenho deparado.

03 junho 2009

228 mortos...

1 comentários
...já alguém neste país fez o minuto de silêncio em sinal de respeito? (oficialmente)

02 junho 2009

Pessoinhas

7 comentários
Irritam-me as pessoas que pensam e vivem como se tudo aparecesse feito, quais criancinhas à espera que tudo brote.
São as pessoas que não mexem uma palha e também não são capazes de um agradecimento quando lhes fazem o que precisavam.
São os chefes que mandam, mandam e desdenham, mandam tudo abaixo como castelos de areia. Mas não sabem fazer o que pedem.
São os que criticam o cozinheiro mas não sabem estrelar um ovo.
São os que dizem que Pollock não é arte mas não distinguem um pincel de uma trincha.
São os que não ligam antes do jantar em casa dos amigos a perguntar se é preciso levar alguma coisa, não por preguiça mas porque nem lhes passa pela cabeça.
São os que tratam mal toda a gente que os serve, em restaurantes, lojas, em casa... toda a gente.
Também são conhecidos por mal-educados mas são um grupo mais especifico ainda, por acharem mesmo que as coisas se fazem sozinhas.

Ódio de estimação XIV

7 comentários
Os napperons, toalhas de mesa e colchas que a minha avó insiste em fazer para mim. "Quando cá vieres, escolhes""Está bem, avó". Depois esquece-se. E se não esquecesse eu trazia e ainda agradecia.

01 junho 2009

Se não há, não interessa nada

8 comentários
Aqui está mais uma coisinha que não percebo: acontece uma coisa má (um avião que se perde, uma gripe que se espalha, um hotel cheio de reféns, qualquer coisa) e o que mais preocupa os jornalistas é saber se há tugas no meio da malta.
É claro que as várias autoridades têm que saber se lá temos alguém para agirem (ou não), mas os jornalistas parecem dar mais ou menos importância aos temas conforme haja lá gente "nossa". Eu acho mal.