17 dezembro 2009

Amor de Perdição XLII

Estar sozinha.

Talvez por ser filha única sempre me habituei a passar muito tempo sozinha, quando era miúda não achava grande piada, hoje adoro.
Não só gosto como preciso disso, e se fico muitos dias sem ter uns "me moments" fico ainda mais rabuja do que sou.
Solidão é sentimento que poucas vezes experimentei, quase sempre por estar com alguém e raramente por me faltar (esse) alguém.

8 comentários:

morningstar disse...

também sou filha única e prefiro 1000 vezes estar sozinha do que estar com alguém que me faz sentir só.

a solidão prolongada é triste, mas a solidão a dois é insuportável, pelo menos para mim.

e, curiosamente, há muitas muitas pessoas que não entendem isto... acham-me esquisita...

beijinhos
ms

_+*A Elite in Paris and New York*+_ disse...

Tenho dez irmãos e irmãs e adoro estar sozinha. Pelas razões contrarias a ti, suponho? :)

Beijo meu ♥,

A Elite

Fuschia disse...

Também preciso do meu tempo sozinha, para recuperar energias. Sinto mesmo que preciso disso para recarregar baterias. ADORO fazer compras sozinha por exemplo. Sou capaz de levar horas na Baixa a ver lojas, completamente entretida, enquanto que se for com uma amiga me aborreco mais rápido. Raramente tenho esse tempo alone, visto que divido o quarto com o meu irmão, que tem 100x mais tempo livre que eu. Acho que só estou sozinha nos transportes.. e a palavra "sozinha" soa um pouco estranha desse contexto.

A miúda das letras disse...

Sou precisamente a mesma coisa e não percebo aquelas pessoas que não conseguem estar um dia com só elas mesmas. Sabe tão bem.

Lebasiana disse...

toda a gente precisa de uns momentos desses!

jocas

P. disse...

também preciso desses momentos sozinha :)

Miss Kin disse...

Pois eu sou o oposto da habitual filha única, odeio estar sozinha, ou fazer seja o que for sozinha!

O Meu Pau de Canela disse...

Querer estar sozinha é uma necessidade em determinados momentos.
No caso dos filhos únicos isso é mais frequente. Eu acho!!!