10 outubro 2009

Que las hay, hay

Ontem estávamos a caminho de casa, à noite, de carro e passa por nós um rapaz de mota aos ziguezagues, cheio de pressa e armado em campeão. Só lhe faltava fazer cavalinhos.
Diz "ele"(o stressadinho do costume): Mas porque é que esta gente não se espeta sozinha?? É que parece que só assim é que vão aprender..

Tudo certinho, nada de anormal. Um rapaz armado aos cucos e um stressado a stressar. Mas já estão mesmo a ver, não é?

Paramos num semáforo, antes de uma curva e somos o 3.º ou 4.º carro da fila. A mota arranca logo que o sinal passa a verde e continua a fingir que está numa pista de corridas. Como é uma curva deixo de o ver mas quando passamos a curva lá está ele: mota no chão virada às avessas e o rapaz em pé ao lado dela. (não pareceu que se tivesse magoado, nem tinha a roupa rasgada, e pararam logo dois carros para o ajudar)

Isto tem mais 'graça' se se lembrarem deste post em que conto que a máquina comeu o cartão depois de ele dizer "espero que a máquina não me coma o cartão".

A minha mãe já lhe pediu que diga em voz alta "Mas porque é que a minha sogra não ganha o totoloto?"

2 comentários:

paddy disse...

LOL mesmo bem feita. Também quero ser bruxa assim =D

Maria disse...

Pode ser que para a próxima já tenham mais cuidado..
bjnho.