28 julho 2009

Não percebo

Porque é que alguém adulteraria propositadamente um medicamento, como acusa o telefonema anónimo feito para o HSM relacionado com o caso das 6 pessoas que perderam a visão.

9 comentários:

miúda gira disse...

Olá! Eu acho que foi algum maluquinho que queria protagonismo e achou que podia brincar com coisas assim tão sérias como acusações dessas. Beijinhos

Margarida disse...

Psicopata?!?

GATA disse...

A minha opinião é que essa suposta "adulteraçao" talvez seja para desviar a atenção de um erro médico... ou então uma estratégia de guerra laboratorial... Mas uma coisa é certa: o que menos importa são as pessoas! Triste mas verdadeiro...

CS disse...

É lógico que eles fizeram merda e agora estão a tentar meter as culpas para cima de outros. Pessoas que iriam adulterar propositadamente um medicamento?! Duh, tá bem está. E este é o país em que vivemos.

fuschia disse...

O que eu não percebo é como é que eles vêm um medicamento de uma cor e textura diferente do habitual e mesmo assim decidem administrar. É mesmo o País da Nossa Senhora de Fátima.

PQ disse...

A Gata pode ter razão mas também poderia ser guerra comercial.
O mais provável parece-me ter sido mau manuseamento do medicamento na fase de armazenamento.

kuka disse...

Pura maldade...neste mundo em que vivemos hoje...tudo é possivel.

volteface.book disse...

Os médicos são a maior mafia existente neste país. Houve erro grosseiro, dveria ser punido com prisão, mas nunca se irá encontrar o(s) palhaço(s) que nos trata da vida.
Este é só mais um fait-divers para a atenção ser desviada do verdadeiro caos que é o nosso SNS.

Miss Kin disse...

Já fiz esse filme na minha cabeça! Foi uma ex namorada do médico, que ele trocou por uma das enfermeiras que trabalha com ele!

eheheh (imaginação fértil!)