06 fevereiro 2009

Fui selada

A Kami presenteou-me com este selo. Desde já obrigada (e peço desculpa pela demora).
Como é costume este selo vem com regras, são elas:
1- Exibir a imagem do selo
2- Postar o link do blog de quem recebi o selo
3- Escolher 10 mulheres bem resolvidas e distribuir o selo
4- Avisar as escolhidas
-
Contra os meus hábitos vou quebrar as regras. 10 é muita gente e eu ando muito ocupada. Vou nomear apenas uma: a minha amiga Anita (que não é blogger, mas eu imprimo o selo e colo-lho na testa).
-
Se vocês, leitoras deste tasco, se acham mulheres bem resolvidas então façam o favorzinho de se apoderarem da imagem e de se auto-selarem.
Mais uma vez obrigada à Kami.

4 comentários:

Anónimo disse...

Eu compreendo o teu ponto de vista e percebo o espanto e a irritação perante o facto de um sem abrigo ou um pedinte terem um telemóvel.
No entanto julgo que aquilo a que chamamos não essencial... até o pode ser... por exemplo para quem procura emprego.

Hoje em dia e sobretudo para quem não tem e pretende mudar de vida um telemóvel pode ser essencial... porque é a ligação com o mundo e do outro lado pode estar a chamada à muito aguardada.

Que te parece o meu ponto de vista?

lia_lia

Mnemósine disse...

Lia_lia o que dizes é perfeitamente válido. A questão que ponho é esta: se a senhora tem dinheiro para comprar um telemovel, será legitimo andar a pedir esmola como se não tivesse dinheiro para viver, tendo? É isso que acho muito mal.
Supõe-se que aqueles que pedem o fazem por necessidade e ultimo recurso, apelam ao bom coração e solidariedade das pessoas. Logo, se essa necessidade não se verifica, mantenho o que disse.
Mas gostava que te pronunciasses novamente, quando tiveres oportunidade.

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Mereces completamente!

Beijo meu ♥,

A Elite

Mnemósine disse...

Obrigada Elite!