18 janeiro 2009

Aqui há SPOILER (Caos Calmo)



Hoje fui ver este filme, Caos Calmo.

Trata-se da história de um homem que numa bela tarde chega à sua casa de férias onde a mulher tinha acabado de morrer subitamente. Fica viúvo e com uma filha pequena a cargo. Ao contrário do que seria de esperar, não há da parte de nenhum dos dois (ele ou a filha) uma reacção de profunda dor, raiva ou qualquer outro sentimento.

O que acontece é que no primeiro dia de escola o homem leva a filha e despede-se dizendo que ficará ali o dia todo, e fica. Nesse dia e nos que se seguem aquele pai fica em frente à escola, olhando para a janela à espera que no intervalo a filha lhe acene dali. Passa os dias sentado num banco do jardim em frente. É esse o caos calmo.

Embora talvez não nesta situação quase limite, toda a gente passa ocasionalmente por uma época de caos calmo. Por fora parecemos completamente apáticos, como se não estivéssemos a funcionar de todo, sem pensar, sem sentir, sem vontade própria. Arrastando-nos pela vida. Por dentro estamos a 1000, pensamos em 10 coisas ao mesmo tempo e nenhuma faz sentido, estamos angustiados com aquilo a que a vida nos levou e por vezes queremos escapar-nos de todos os problemas, evitando-os. Outras vezes sabemos a solução, está encontrada, mas essa é tão ou mais dolorosa como o que temos em mãos.

E por vezes ficamos assim muito tempo, como quem mergulha numa piscina e nunca mais chega à tona. Às vezes é a decisão tomada que nos arranca deste estado e nos traz de volta à vida, outras vezes precisamos de alguém que, mesmo sem saber o que se passa, faça alguma coisa que nos acorde da anestesia. E às vezes há quem o faça sem se aperceber. Mas às vezes há quem viva assim demasiado tempo e desaprenda (*) ser feliz.

(* desculpem a incompetência linguística mas não sei o que pôr ali - desaprender a? desaprender de?)

1 comentários:

rosadovaledorio disse...

À medida que ía lendo ía sentindo um aperto no estômago, ainda o sinto. Brutal! È tão verdade! Tenho de ver.
...(e desacredite merecer ser)...

Beijo :)