27 dezembro 2008

Este Natal

Foi mais um Natal em que a maioria dos membros da familia parecia estar de mal com a vida, tudo de "trombas", com cara de "todos me devem, ninguém me paga". Ainda assim foi Natal, graças àqueles que optaram por entrar no espirito e contribuir com aquilo que tinham (a guitarra, a voz, as piadas, a boa disposição). Apesar disso voltei a ficar com a sensação de que teria valido mais a pena ficar em casa só com o núcleo-duro, onde a paz e o amor estão garantidos e as "trombas" (acaso as haja) têm uma razão.
Não vou estar para aqui a dizer que nesta época o que conta são apenas a paz e o amor. Se assim fosse não teria perdido três tardes das minhas férias enfiada em lojas, com vontade de dar umas lições de boa educação a umas quantas pessoas e/ou de voltar para casa e passar o resto do dia de papo para o ar. A verdade é que adoro oferecer presentes e adoro recebê-los também. E é muitas vezes nesta época que me apercebo da atenção e dos cuidados que as pessoas me dedicam. Bem sei que não o devia fazer mas observo o esforço que as pessoas fizeram ao tentar escolher uma coisa que seja do meu agrado, mais do que simplesmente comprarem uma coisa qualquer, que até pode ser muito cara, mas que quem me conhece sabe que não vou gostar. Estou a falar de se darem ao trabalho de perguntarem ao sweetheart, disfarçadamente, qual é/são o/s perfume/s que uso em vez de comprar um qualquer a partir de catálogo em que só pela caixa já sei que não vou usar. Quem compara isto compara o porta-chaves feito em casa (que mesmo que não venha a ser usado, já faz parte da colecção) com o bibelot da loja xpto que nem sequer encaixa na decoração da casa.
Já sei, é a festa da familia, não a das prendas. Mas eu reparo nestas coisas, o que é que posso fazer?

2 comentários:

PQ disse...

Festa da família...'de trombas'... É engraçado, a família é das poucas coisas na vida que não podemos escolher. Bom ano.

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Fazes bem em reparar! por vezes é no silencio de uma analise que se denotam mais coisas... e quem sabe, algo por melhorar :)

Beijo meu ♥,

A Elite